Loading...

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

...e foi só quando comecei a fazer essas placas para túmulos que vi como a vida é pequena...

meu nome em aço inox... só vai restar isso... flores podres em um vaso de plástico barato... em 15 vezes com cheque e sem juros, minha gloriosa vida será resumida em um chapa de aço fria e fina... amado esposo, bom filho e amigo... com muita sorte receberei visitas anuais... na memória dos que me amam/amaram, minhas piadas preconceituosas e sem graça virarão um epitáfio desconexo... se der sorte, uns poucos chorarão... outros irão rir... rir muito... essa coisa de morrer tinha que ser algo rápido e solitário... sem gente em volta... sem lamentos, mágoas... lembranças pequenas... a dor, que é só minha, será dividida com gente que nem me conhecia... na minha última morada, na minha ‘caixinha’ de madeira adornada com rococós assimétricos, serei o grandioso banquete dos únicos senhores deste mundo... e a minha vida, antes tão sagrada e bela, caberá numa insignificante placa de aço inox...

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Stopp Ja zum Minarettverbot



pesquisas mostram: um terço dos povo suíço é declaradamente xenófobo... autoridades não acreditam que isso seja um problema sério... o ultradireitista ‘partido do povo suíço’ (svp) ganha cada vez mais espaço com sua política e propaganda racista... propostas como expulsar estrangeiros, proibição de véu para meninas mulçumanas e a idéia de que “o aumento da criminalidade na suíça ocorreu por causa da imigração” são massivamente divulgados pelo partido... o svp aprovou em 2007 uma lei de naturalização que submete a aprovação dessa em votações secretas feitas pelas comunidades onde vive o estrangeiro em questão... por 52 anos, os suíços tentaram preservar uma imagem de neutralidade durante a segunda guerra... neutralidade extremamente lucrativa... documentos secretos do governo estadosunidenses concluem que a alemanha nazista não teria resistido à guerra sem a ajuda de empresários e banqueiros suíços... a nova ofensiva é contra os minaretes das mesquitas... “pare – sim ao banimento dos minaretes”... fazendo alusão a mísseis, os cartazes foram espalhados hoje na estação central de zurique... um detalhe que o svp parece não conhecer: 1,5 milhão de pessoas, ou seja, 25% da população suíça é de imigrantes... sinto um furacão se aproximando...

fotos: afp
dados: g1.globo.com
www.riototal.com.br/comunidade-judaica/
www.estadao.com.br

ps.: leia também "a suíça, o ouro e os mortos, como os banqueiros suíços ajudaram a financiar a máquina de guerra nazista", do sociólogo, escritor e político suíço jean ziegler.

sábado, 24 de outubro de 2009

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

"a thousand miles"


vanessa carlton é a autora... menina prodígio... pianista clássica como a mãe... já tocava com dois anos de vida... para quem já gostou de outro alguém, tem uma parte da letra que toca legal na gente: “...pois você sabe que eu andaria mil milhas se eu apenas pudesse te ver esta noite”... quem não andaria ‘thousand miles’ só pra ver quem se gosta ?

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

falei que ia dar certo...

e como sempre, tenho a certeza e a razão ao meu lado... não me surpreendo facilmente... nem quando eu tento... amanhã, para comemorar, brindaremos com muito saquê... comeremos a carne de animais mortos... bêbados, faremos piadas, bravatas... falaremos da saudade de coisas que não conhecemos... das pessoas que não nos importam mais... e no fim do dia, já cansado e feliz, lembrarei que "a verdade é uma mentira que convence”... só, vou dizer obrigado

terça-feira, 13 de outubro de 2009

paz meu amigo.... paz

a filha do meu grande amigo uchiu koga será operada amanhã... hoje, ao me contar isso ao telefone, chorei junto com ele... mesmo sem ele ver... mas acho que ele soube... depois, quando nos encontramos, mesmo vendo sua tristeza, só pude ser rude e direto com ele... mostrar que está tudo bem... não podia nem devia demonstrar minha tristeza, a dor que apertava meu coração naquele momento... todas as minhas preces estão com vocês hoje meu amigo... e algum dia, se ler isso aqui, saiba que a luz da lua vai sempre nos iluminar... mesmo de dia

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

dia das crianças...


que você sempre seja protegido... se não der, proteja alguém

sábado, 10 de outubro de 2009

dentro de mim, brota essa energia regeneradora...

e a responsabilidade pelos desejos que engavetei durante tanto tempo... saí da dúvida e comecei a realizar... essa confusão tão colorida e bela me mostrou o momento ideal para livrar-me do que não funciona... exijo mais do que posso oferecer... mas desliguei o obsessivo-compulsivo, as desculpas para não encarar de fato o que está me faltando... o convívio com essas pessoas tão diferentes das quais estava habituado tem me trazido surpresas enriquecedoras... não engulo mais os sentimentos de autopiedade e inadequação ao meu redor... busco respostas aos mistérios com um desejo sincero... é bom ser otimista... só não é apropriado o excesso de autoconfiança... se tropeçar nos meus próprios pés, posso acabar numa situação na qual ninguém poderá me estender a mão... mesmo assim, vou compartilhar meu afeto e minha alegria com os demais

terça-feira, 6 de outubro de 2009

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

eu sei, hoje você está querendo mais prazer...

mas não tenha medo meu bem... apesar de terem te ensinado o contrário, prazeres são extremamente necessários para a nossa saúde... infelizmente, estes mesmos prazeres devem ser vividos com um certo controle... esse controle é o que nos faz não nos perdemos... não nos deixa cair nesses abismos sem fundo onde o que reina é o caos, apenas o mais puro caos... mesmo assim, não deixe de fazer o que deseja... por favor, longe disso... mesmo se estiver debilitado, desesperançado... observe como a esperança e o pessimismo são os dois lados de uma mesma moeda... decida-se pela esperança, sempre... e acredite, pode não parecer, mas é você quem resolve tudo no final

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos