Loading...

terça-feira, 28 de julho de 2009

convêm deixar bem esclarecidos pontos obscuros que vem causando mal-entendidos...

eu não consigo ser diplomático e firme ao mesmo tempo... são essas benditas relações íntimas... a facilidade em compreender alguns sentimentos vem acompanhada de uma frustração ‘secreta’... de más vibrações... mas preste atenção... de nada adianta a gente cair no chop ou nos doces para relaxar... só vamos ficar mais pesados... em todos os sentidos

sexta-feira, 24 de julho de 2009



poema: mário liz
edição/criação: gaijin dame

quinta-feira, 23 de julho de 2009

pare de ler...

veja qual é o pensamento mais insistente que ocupa tua cabeça
você nem sabe ao certo se te incomoda ou não
mas dê-lhe atenção... vá atrás se ele se esconder
pense o que você pode fazer a respeito
surgem furtivas dúvidas a respeito de tudo... e de todos
essa emoção influencia o pensamento que interfere na ação de forma intensa
apaixonar-se ou me desencantar de maneira arrebatadora por alguém ou por alguma idéia... sem levar nada mais em conta
o problema é que fantasmas começam a rondar quem troca pouca informação com o mundo externo
e o mais importante de tudo: quando perceber que está perdendo a razão, convém parar

terça-feira, 21 de julho de 2009

sábado, 18 de julho de 2009

eu sei...

o que complica a vida são essas manias que temos de procurar gratificações imediatas... mas tem que ter prazer... sim... mas ele não serve de meta... não serve pra nada... usei a energia do meu desejo para construir algumas coisas... no caminho, sem que eu procurasse, todas essas gratificações chegaram em horas que não sei dizer se foram as certas... mas chegaram... e com elas, o desgaste... há uma tendência para a impaciência... acho que vou curtir as coisas conforme elas forem acontecendo... e esperar para fazer minhas jogadas só quando for a minha vez

quarta-feira, 15 de julho de 2009

sabe, acho perdi aquela a sensação...

aquela coisa que chamam de vontade de amar... o querer isso tudo todo dia... só pra mim... o maior de todos os sonhos... ou a dor maior... um estranho numa terra estranha... queria voltar a acreditar... convencer-me que nem tudo é igual... sentir-me como norte... porto... mas parece que não sinto falta... a coisa toda nem faz muita lógica... mas acredite, eu cobro... sei que o mundo todo cabe no bolso da gente... mas é sério... sabe, acho que perdi aquela sensação

domingo, 12 de julho de 2009

dialógos

- poeta do inferno... o senhor é uma reles critura do amor maior
- e o senhor, pobre gaijin, é um reles chutador de carcaças
- vou urinar no teu corpo morto e podre... destruir tua lápide... queimar vivo teus filhos multirraciais
- tua urina vai regar minha carne... e de mim, há de brotas papoulas... que farão a tua heroína
- morrerei então... de overdose de pseudo poesia

sexta-feira, 10 de julho de 2009

não...

não posso me deixar levar por essa tendência a achar um culpado para tudo o que ocorre de ruim por aí... vejo que algumas coisas acontecem só para acordar a gente quando estamos sonolentos... sacudir... te mostrar que está vivo... por outro lado, boca fechada não entra urubu... descrição, cautela... como um gato bem gordo, ziguezagueando entre compoteiras de cristal, tento não derrubar nada... aproveito, porém, e me livro de hábitos e reações automáticas que são tão prejudiciais ao meu crescimento... acho que vou ter que perdoar algumas das minhas falhas

terça-feira, 7 de julho de 2009

vez por outra, me sinto deveras indeciso...

mas com certeza não considero demais a opinião alheia... talvez esteja um tanto quanto carente... e nessa situação meio que idiota, acabo tentando agradar todo mundo... tenho que aprender a perdoar algumas falhas humanas... nos outros, é claro... já é alguma coisa

domingo, 5 de julho de 2009

esquece...

esquece de tudo e vai, segue o caminho... esquece a dor no estômago... o vazio... esse narcisismo maior... a verdade menor... mas lembre de uma coisa... a dor sempre volta... por mais que tenham devorado toda sua alma

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos