Loading...

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

...e foi só quando comecei a fazer essas placas para túmulos que vi como a vida é pequena...

meu nome em aço inox... só vai restar isso... flores podres em um vaso de plástico barato... em 15 vezes com cheque e sem juros, minha gloriosa vida será resumida em um chapa de aço fria e fina... amado esposo, bom filho e amigo... com muita sorte receberei visitas anuais... na memória dos que me amam/amaram, minhas piadas preconceituosas e sem graça virarão um epitáfio desconexo... se der sorte, uns poucos chorarão... outros irão rir... rir muito... essa coisa de morrer tinha que ser algo rápido e solitário... sem gente em volta... sem lamentos, mágoas... lembranças pequenas... a dor, que é só minha, será dividida com gente que nem me conhecia... na minha última morada, na minha ‘caixinha’ de madeira adornada com rococós assimétricos, serei o grandioso banquete dos únicos senhores deste mundo... e a minha vida, antes tão sagrada e bela, caberá numa insignificante placa de aço inox...

4 comentários:

  1. ...E quando de você só houver ossos desfeitos, despojos de uma matéria que só serviu para abrigar seu espírito, voce será só essência, pura e perfumada, que viverá numa outra dimensão, revestido por uma outra matéria...mas principalmente carregará com você tudo de bom que voce acumulou nesta vida.
    Restos são restos....
    bjs

    A vida não é pequena quando vivida intensamente...profundamente.

    ResponderExcluir
  2. " as cores dos cravos,
    coroas-de-flores,
    no palácio de mogno
    os súditos
    só não comem cabelos"

    - Mário Liz -

    ResponderExcluir
  3. Aço é frio.
    Preferiria uma cremação. Que parece quente.
    Mary e Mário corretos sob idéias diferentes da mesma coisa.
    Você também.

    ResponderExcluir
  4. Me dá uma certo tormento em ler essas coisas como diria meu PAI, será choro e lembranças até a missa de sétimo dia, depois disso apodreça no debaxo da terra, isso se você não morrer como muitos igual a um indigente.

    Que apenas o diabo lhe perdoe.

    ResponderExcluir

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos