Loading...

quinta-feira, 29 de julho de 2010

a dedicação dispensada aos demais nem sempre é compreendida como esperamos... projeto nos outros as minhas angústias... um bendito espelho de carne qu

as atitudes até podem ser extravagantes... perspicazes... até contraditórias... talvez seja tempo de observar os sentimentos mais arraigados

segunda-feira, 26 de julho de 2010

quinta-feira, 15 de julho de 2010

conquistar a confiança dos demais reconhecendo meus limites... jamais conseguirei fazer isso

nem se eu tentar... imponho minhas vontades desrespeitando o espaço alheio... as frustrações se tornam demasiadamente dolorosas... autoestima... cada coisa que faço transformo numa meta de perfeição a ser atingida... gol de mão igual a maradona... impecável igual ao rei pelé... acho que tem algo relacionado a desfrutar da sabedoria adquirida pelas experiências vividas e pelas frustrações superadas... se é que existe essa merda toda

terça-feira, 13 de julho de 2010

segunda-feira, 12 de julho de 2010

sábado, 10 de julho de 2010

e as duas cadelas não param de brigar

estão rolando aqui na minha frente... se mordem... rosnam... espero que nunca comam ninguém

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Para aquele que costumava enfrentar desafios sem medo, os de agora tem parecido maiores do que de fato são.

Em contrapartida, oscilações emocionais vêm do fato da intuição predominar sobre o racional. Quem sabe a tendência é me aprimorar afetivamente. Dar a mim mesmo o justo valor. Sei que não há mudanças sem perdas... e as mesmas sempre geram coisas novas. É tipo uma prova pra testar meu grau de desapego.

sábado, 3 de julho de 2010

quinta-feira, 1 de julho de 2010

É difícil estabelecer vínculos exclusivamente pessoais. A tendência é incluir mais pessoas, juntar mais gente para partilhar, para brilhar...

... quem sabe, até evoluir um pouco. Tenho habilidade para estimular ações em grupo. É quase impossível ficar indiferente ao desânimo alheio. Gosto de exercer liderança. Gosto de mandar. Gosto que me obedeçam. Claro que nem sempre é assim. Preciso descobrir algo que realmente se renove constantemente... algo que estimule meu equilíbrio material. Matéria. Sou só isso. Diálogo e informação. Falo o que sinto. Divido emoções. Só não consigo ouvir outras opiniões. Nem quero. É nessa harmonia que vivo. Encontrar meu lugar... ainda que seja preciso sair de onde estou. Pena que tenho a estabilidade emocional tão comprometida.

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos