Loading...

domingo, 15 de março de 2009

"todo mundo espera alguma coisa, de um sábado à noite..."

as noites de sábado são as melhores... sempre foram... com todos os seus demônios soltos por essas noites sem fim... nos olhando... suas asas abertas sobre nossas cabeças... esperando nosso primeiro vacilo... o erro fatal... tem até alguns anjos caídos também... alguns bêbados... drogados... jogados em mesas de bar... com suas caras inconfundíveis de desejo... tesão... perdidos... pobres anjos... o álcool correndo por suas veias... o cheiro de tabaco... o cigarro barato contrabandeado do paraguai por trilhas indígenas... chegam até aqui... nas nossas noites de sábado... eu tiro o pó da estante... da cabeça... ponho o pó no porta-luvas do carro... no cd... volto o pó pra dentro de mim... o melhor das noites de sábado são os erros... repetir os erros... todos... repetir... como a gente gosta de errar... de beijar... de beber... de voltar o pó da estande pra dentro da gente... e tem essa gente bêbada também... sempre procurando a próxima dose... “a miséria de amor e carinho”... amor e carinho nas noites de sábado... brigas em mesas de bar... o ‘rolê’ pelos becos escuros... o amor que se desfaz com o beijo alheio... a dor... as máscaras que caem.. as pessoas que conhecemos... os anjos que se drogam perto da gente... as noites de sábado sempre foram as melhores... e se repetem sempre

3 comentários:

  1. 'como a gente gosta de errar...de beijar...de beber' ___andy ♥

    ResponderExcluir
  2. o ‘rolê’ pelos becos escuros... gosto muito!
    Jujuba

    ResponderExcluir
  3. "Você pode ficar escondido em casa, protegido pelas paredes. Mas você tá vivo, e essa vida é pra se mostrar.Só quem se mostra se encontra. Por mais que se perca no caminho."

    Bom ou ruim, não consigo esconder muito do que eu sinto... e mistura tudo!!
    Inocente, careta, boba, praticamente o oposto de vce e todo o resto!

    Adoro vce... de verdade!s2

    Beijoooooooo

    ResponderExcluir

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos