Loading...

sábado, 27 de março de 2010

franz ferdinand no rio



Cheguei ao show no Rio bem em cima da hora. Muita gente do lado de fora da Fundição esperando pra entrar. Até ouvi um cara dizendo "vou esperar acabar o ‘pop pop’ pra entrar pro Franz. O tal ‘pop pop’ é o Moptop. Pra quem não conhece, é uma banda carioca com MUITA influência de Strokes. Sei que tem bastante gente que gosta, mas eu não. Eu não tinha expectativas e o show foi fraco mesmo. Pode ser meu "mau gosto".



O Franz Ferdinand não demorou muito pra começar. A platéia, que já estava cheia, ficou incrivelmente cheia! Nunca vi a fundição assim. Muita gente. Tão denso que era impossível ficar na frente do palco.



A banda entrou com uma presença de palco empolgante e pegada foda. Os arranjos de guitarra característicos cederam um pouco de espaço pra elementos de Eletro e eletrônicos meio "anos 80".

O uso de samplers e do teclado foram bem presentes tanto por Alex Kapranos (vocal) quanto por Nick McCarthy (guitarra de apoio). Apesar da nova onda o Rock não ficou de lado. A performance da banda foi bombástica, com direito a solo conjunto de bateria, pirações de músicas intermináveis, mosh do Nick na galera e estouro de Champanhe (gigante) do Alex (era aniversário dele. Enfim, foram R$ 70,00 muito bem gastos. Desconfiava da nova fase do Franz Ferdinand, mas vi que o Rock'n Roll persiste nas veias deles, mesmo com um som menos visceral.
Inté mais ver!


texto e fotos: ravi bellardi... especial aqui pra gente





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos