Loading...

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

passado o memento mori

não aceito coisas impostas... fé que move montanhas... pecados perdoados... mel e leite no paraíso... algumas virgens... tiros que iluminam o fim do túnel... mas passado o memento mori, tudo, e nada, me incomoda tanto quanto tua presença roubada

Um comentário:

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos