Loading...

terça-feira, 4 de agosto de 2009

...

inventei um amor só pra mim
mas não vou dividir com ninguém
nem com um, nem com cem
e quando setembro chegar
aí, vou voltar a ter enganar
e fingir que te amo também

4 comentários:

  1. "E ser artista no nosso convívio
    Pelo inferno e céu de todo dia
    Pra poesia que a gente não vive
    Transformar o tédio em melodia..."
    Pessoas que se gostam se espezinham o tempo todo...
    Mas um acaba sendo parte do que falta no outro...
    Paciência...

    ResponderExcluir
  2. Tenho um amor que inventei tbm...e agora fingo que já esqueci...e ao invés de amor agora tem odio...mas me diga qual a diferença de um sentimento para o outro???
    Sinto que é a mesma coisa...

    ResponderExcluir
  3. cara, vc tá usando até rimas!!! O que é isto ??? eu poderia dizer: uma injeção de felicidade. Mas não ... acho que no seu caso ... é um supositório de felicidade.

    ResponderExcluir
  4. "polisipo, em grego, significa “pausa na dor”. Têm sido, estes dias, polisipos. Que os teus também. Muito amor..." C. Fernando.

    PS.: Eu nunca consigo comentar aqui!!! Sou sempre um anônimo..hihihi perdoe a tecnorância..rs Bju.

    ResponderExcluir

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos