Loading...

terça-feira, 9 de junho de 2009

tem umas coisas que eu quero te contar

umas coisas tristes, sem sentido
olha tudo aí ao teu redor
tenho certeza que você vai acabar se matando de tanto ri
e junto comigo, veja como somos sozinhos... pra sempre

chamo seu nome xingando você
juntando o que sobrou do meu coração
dentro de mim você vai encontrar o desespero
quem sabe me encontre também, gritando feito uma criança

encontro todas as súplicas
saio
bebo uma xícara de café bem doce na mesma cadeira... de madeira
aquela que fizemos amor...
‘fizemos amor’... não acredito que disse uma coisa dessa

ninguém faz amor... isso não existe
mas olha
cada partezinha minha é sua para todo o sempre
e aqui estou eu
sob o céu de junho... sozinho
pra sempre

é sério
tem umas coisas que eu quero te contar
que aqui, nessa terra sem fim
você vai encontrar o desespero e eu
eu e meu coração,
nós sabemos
simplesmente sabemos
que aqui você vai encontrar meu coração... e eu

descansa tua perna contra a minha
os joelhos para cima e abertos
para todo o sempre...

2 comentários:

  1. Forever seems long enough for me...

    ResponderExcluir
  2. "Agora ta tudo acabado
    Seu vestido estampado
    Dei a quem pudesse servir
    Agora que eu não posso mais caber em ti
    Não quero te ver, dizem que você não quer mais me olhar
    Como velhos desconhecidos se você não me escuta eu não vou te chamar...

    Pegue o vestido estampado, guarde pro carnaval
    Guarde que eu nunca te quis mal..."

    Far beyond....

    ResponderExcluir

Arquivo do blog

外人デイム

Minha foto
nagano, Japan
é um esforço inútil reprimir sentimentos e desejos dentro da gente... parece que essas coisas aí são as energias que nos matêm vivos